ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS: UM POSSÍVEL DELINEAMENTO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA NACIONAL SOBRE O TEMA, NO PERÍODO 1998-2008

  • Denise de Andrade Ribeiro UFBA-NPGA-CIAGS
Palavras-chave: Estrutura organizacional, Estado do campo

Resumo

Este estudo buscou delinear a produção acadêmica sobre estruturas organizacionais, através da caracterização da produção e das estratégias utilizadas na condução dos trabalhos analisados. Para atingir este objetivo analisou-se um total de 58 artigos publicados nos diversos anais de congressos da ANPAD, tomando-se por base alguns critérios de categorização definidos pelo autor a partir de trabalhos semelhantes. Como primeiro achado tem-se a concentração da produção em poucas instituições e autores, em que pese o interesse da discussão na comunidade acadêmica, principalmente nas áreas dos Estudos Organizacionais, Estratégia e Administração Pública. Há ainda a predominância de estudos descritivos, qualitativos, transversais, baseados em estudos de caso e na coleta de dados primários. Percebeu-se também, no universo de artigos pesquisados, pouca preocupação com questões relativas à explicitação dos aspectos de natureza metodológica. Tem-se a presença equilibrada de referenciais de autores com foco mais tradicional e de teóricos com visão institucionalista, dentre os mais citados ao longo dos trabalhos. Como limitações são trazidas a subjetividade envolvida na análise do autor e a não possibilidade de generalização das suas conclusões. O estudo sugere continuidade através da realização de outros trabalhos ampliando a base pesquisada para periódicos e bancos de teses e dissertações.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Denise de Andrade Ribeiro, UFBA-NPGA-CIAGS
Doutoranda em Administração pela UFBA-NPGA; pesquisadora do CIAGS-UFBA; bolsista CNPQ; mestre em Administração pela COPPEAD-UFRJ e economista pela UERJ.
Publicado
23-04-2010
Como Citar
Ribeiro, D. de A. (2010). ESTRUTURAS ORGANIZACIONAIS: UM POSSÍVEL DELINEAMENTO DA PRODUÇÃO CIENTÍFICA NACIONAL SOBRE O TEMA, NO PERÍODO 1998-2008. Gestão E Sociedade, 3(6), 204-229. https://doi.org/10.21171/ges.v3i6.664
Seção
Artigos