A RELAÇÃO ENTRE A ADOÇÃO DAS PRÁTICAS DA GOVERNANÇA CORPORATIVA E A ALAVANCAGEM FINANCEIRA DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DO SETOR ENERGÉTICO NO ANO DE 2008

  • Reinilson Rodrigues da Silva Junior
  • Luis Renato Junqueira PUC Minas
  • Luiz Alberto Bertucci UFMG
Palavras-chave: Governança Corporativa, alavancagem, rentabilidade, tamanho e estrutura de capital

Resumo

O objetivo deste estudo foi analisar se a adoção às práticas de Governança Corporativa, por parte de empresas brasileiras do setor elétrico, influencia na sua alavancagem financeira. Foram incluídos também no modelo os fatores tamanho e rentabilidade, para isolar o efeito destes no endividamento das empresas. Foram avaliadas 51 empresas do setor elétrico, no ano de 2008. A análise foi realizada a partir do método estatístico de regressão linear múltipla, utilizando o teste t para validar os coeficientes encontrados. Os resultados demonstraram que a adesão às práticas de Governança Corporativa diminui o nível de alavancagem, sendo que a variável se apresentou estatisticamente significativa. A hipótese levantada é que a Governança Corporativa eleva o valor das ações das empresas, incentivando o uso de capital próprio. Já as variáveis tamanho e rentabilidade confirmaram as teorias, apresentando relações positiva e negativa respectivamente. Entretanto, estes dois fatores não se apresentaram estatisticamente significativos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Luis Renato Junqueira, PUC Minas

Professor de finanças da PUC Minas. Mestre em Administração pela PUC Minas.

Luiz Alberto Bertucci, UFMG
Doutor e professor de finanças da UFMG.
Publicado
23-04-2010
Como Citar
Silva Junior, R. R. da, Junqueira, L. R., & Bertucci, L. A. (2010). A RELAÇÃO ENTRE A ADOÇÃO DAS PRÁTICAS DA GOVERNANÇA CORPORATIVA E A ALAVANCAGEM FINANCEIRA DAS EMPRESAS BRASILEIRAS DO SETOR ENERGÉTICO NO ANO DE 2008. Gestão E Sociedade, 3(6), 315-334. https://doi.org/10.21171/ges.v3i6.809
Seção
Artigos